Deve ser meio maluco de a minha parte escrever sobre minha própria futura morte.

Mas já vou deixar registrado meu desejo:

Quando eu morrer quero que haja uma festa, claro sem bexigas, nem balões, que haja musica, por favor sem musica de enterro, quero algo pra cima, se puder escolher preferiria uma musica do Mika - RELAX, TAKE IT EASY. Um apelo só não deixe minha irmã escolher a musica, já que duvido muito que ela saiba quem é Mika, fazer o que.

Quando eu morrer quero antes ter vivido uma grande paixão, que me faça perder o chão. Então se alguém quiser me matar deixe antes eu ter esse prazer.

Quando eu morrer espero deixar alegrias ao invés de tristezas, quem sabe deixar até alguma herança, nem que seja de valor sentimental.

Quando eu morrer espero que não falem mal do defunto que serei eu, si que as vezes mereço, mas vamos deixar que eu descanse em paz.

Quando eu morrer quero que escrevam na minha lápide:



“Aqui jaz um corpo sem vida que viveu com pensamentos de criança e morreu com palavras de esperança”


Ou



A morte é igual a um trem só de ida

Com esperança na partida e com dor na despedida”


Quando eu morrer espero que não seja logo, pois quero viver por mais um bocado de tempo.

Celebre o poder de viver cada instante de sua vida!

3 comentários:

Rosangela dos Santos disse...

- Antes de voc~e pensar em morrer , você tem qe pensar em amar , pois amar é mais gostoso do qe morrer , não que eu ja morri , mais vi muito morrer antes de ter amado *---*

Paulo disse...

Precisa de coragem pra falar da própria morte. Ou que tenha muita juventude em si. Independentemente da idade. E um sinal de juventude, é a criatividade. Achei ! Achei porque vc fala de morte tão bem. A criatividade.
Não morra, post. Ouvindo Mika.
Beijo.
Paulo Castro.
http://vazamentosdevapores.blogspot.com

Renatinha Araújo disse...

Oiieee!!
tudo bem??

Vi o seu blog na comunidade do Blogspot & Wordpress no Orkut e gostei bastante! ^^

Sorte e sucesso para você!

Convido-te para passar no meu também:
www.glamourfeminino.blogspot.com

Beijão!

Postar um comentário