Não quero ser a última garota a sair de casa

Nem a garota que sempre vive só

Não quero acorda sempre às quatro da manhã

Que tipo de garota eu vou ser?

O mundo gira, o sangue corre pelas veias. Não faça perguntas tolas enquanto a festa rolar

Eu vou ser uma boa garota?

Será que direi a verdade ou inventarei algo volutariamente.

Só sei que não serei a mesma garota quando a festa acabar.

Me conte como é estar caindo, caindo enquanto tenta voltar ao topo

Tentando ser diferente. Vou dizer que garota vou ser: Insana, intocável, imperfeita.

Enquanto a festa não acabar.

12 comentários:

deia.s disse...

Adorei a postagem! *-*

Fernandes disse...

Muito bom poema,
existe muitos blogs de poesia por ai,
vc tem que ser boa, para sobresair
boa sorte.
vou da uma força seguindo e visitando devez enquando
se quiser retribuir
http://naovaleroletar.blogspot.com/

Alice Oliveira disse...

Adorei o post...
já estou seguindo :D
beijinhos

www.rebucomcafe.blogspot.com

Srta Felicidade disse...

Bela poesia, querida belo blog, um dos melhores de poesia que encontrei estarei seguindo espero que vc d uma passadinha no meu blog

NshoW disse...

Te seguindoooo e espero q me siga
http://temtudomega.blogspot.com

Ivânia disse...

seguindo, segue *-*

http://vaniaetal.blogspot.com/

Wanda disse...

Que liindo :)

B. Santoos disse...

Ameei , parabéns. seguindo , me segue?
Beeijos
http://bsantoos.blogspot.com/

Preguiça alheia disse...

Parabéns pelo blog.. entra no meu e se gostar pode seguir!!

ps.: estou te seguindo!

Abraço,
P.A.
_________________________
http://www.preguicaalheia.com

Danielle disse...

adorei primeiro blog de poesia q sigo metade dos livros q vc leu eu tb li ^^
dah uma passada no meu
http://loveseriesx.blogspot.com/

-Laíza, disse...

ei qto tempo não venho aquii!
que liindo !
beijos um otimo dia!

sei la disse...

Muitooo lindooo o poema flor
Bjim ;*

Postar um comentário